23/10/2012

Borrados, atrapalhados e permeáveis!


A única coisa de que quero lembrar-me deste jogo, é uma exibição portentosa
de Enzo Pérez. Tanto a defender como a atacar e principalmente na atitude, o argentino foi de longe o melhor do Benfica, senão mesmo o melhor do encontro. Foi um Monstro! Tivesse o Benfica jogado com mais uns cinco ou seis Enzos, e certamente ganharia o jogo. O único que se aproximou de Enzo, ainda que com alguma distância, curiosamente foi o Melga. Quem diria.

Colectivamente, a primeira parte foi simplesmente vergonhosa. Sem pressão em nenhuma zona do campo, a defender aos papeis e a atacar eram pontapés de sofrimento para a frente, sem se saber muito bem para quem. Penso até que o resultado ao intervalo era altamente lisonjeiro para nós, pois não fora a sorte estar do nosso lado e podíamos ter ido para o descanso com uma desvantagem de dois ou mais golos. O primeiro golo dos russos é anedótico, para mais jogando fora e sabendo-se -- como aliás foi dito por Jesus -- da importância em pontuar neste jogo. Mas o pior desse lance é constatar que a parte menos grave foi o péssimo passe de Matic que, diga-se, hoje parecia um autêntico coxo. Na segunda parte melhorámos consideravelmente, mais na atitude do que no futebol praticado, mas não chegou. Não vou ser mausinho ao ponto de dizer que o sintético não teve influência, porque é óbvio que teve. Porém não pode servir de desculpa para
o descalabro táctico e técnico daquela horrenda e displicente primeira parte.

Foi assim contra o Braga, tem sido assim contra o Porto, foi assim contra os russos hoje e será sempre assim de cada vez que o Benfica jogar contra um adversário com algum valor: 4-4-2 é derrota ou empate na certa. Bom para não
se utilizar quando à necessidade de pontuar.

PS: é preciso ter coragem ou outra "qualquer coisa" para continuar a meter
o Bruno César a titular e ainda por cima como Extremo. Por favor...

BENFICA SEMPRE!!

4 comentários:

João.D10S disse...

JJ é incompetente. Já está a mais no Benfica. Junta-se-lhe péssimas escolhas tácticas e de escolhas de jogadores com a incapacidade de aprender com o que de mal se faz e tem-se uma mistura explosiva. Uma vergonha!

Se alguém acredita que o Benfica pode ser campeão este ano, pode tirar o cavalinho da chuva.

http://benficacompaixao.blogspot.pt/

José Ramalhete disse...

O exemplo máximo do que se transformou o Benfica dito moderno de vieira…equipa medíocre comandada por um treinador de merda que consegue o feito de estar a caminho do 3º ano a conquistar taças de latão boas para para colocar lá dentro milho para galináceos que são os adeptos dos novos tempos que à custa de lobotomias colectivas ainda aplaudem de pé tal feito…execrável mas mais ainda estes adeptos que sentadinhos na sua cadeira não levantam o cú gordo e não correm com tal escumalha que vegeta e e faz vegetar outrora tão glorioso clube…esta gente um dia vai prestar contas e nesse dia que Deus vos perdoe que eu não vou ser capaz…
Bola7 falou

Jotas disse...

Venham os 2 jogos em casa onde teremos de ganhar e depois veremos o que acontece.

Observador disse...

Lá andamos, como a selecção, com a máquina de calcular na mão.

O jogo de ontem foi, principalmente na 1ª parte, pouco mais que vergonhoso.
Passear as camisolas não. Trabalhem, joguem!
Enzo Perez é um grande jogador.
E farta-se de levar pancada.
Qual foi a ideia de JJ fazer entrar Ola Johnson a dois minutos do fim?
Só pode ser para queimar o jogador.

Temos que ganhar os dois jogos em casa? Pois, e se não ganharmos? A questão poderia estar já quase resolvida mas temos medo.
JJ deixa-te de inventar pá!
Tens matéria prima e mão-de-obra. Queres o quê mais?

Com Nemanja Matic castigado, quem vai JJ colocar no seu lugar?

Fora de tópico: quando não se tem cão caça-se com gato. José Mourinho vai colocar Di Maria a defesa esquerdo no jogo de hoje contra o Borússia de Dortmund.
Á atenção dos jornaleiros tugas! Critiquem, vá. Tal como fizeram noutras situações ... em Portugal.

Cumprimentos benfiquistas.