14/12/2011

VERGONHA NA TV

Onde andam os Benfiquistas atentos?

Ando muito desgostoso com as prestações dos benfiquistas nos programas televisivos, mas por motivos que nem eu saberei explicar vou passando ao lado desta evidência que a cada semana se torna mais óbvia. Depois desta vergonhosa semana, não há como fugir a esta realidade.

Que fique bem claro: Não estão em causa as pessoas, o seu carácter ou o seu profissionalismo dentro e fora do Benfica, e nem eu quero que essas mesmas pessoas sejam incorrectas, ou que, tal como outros, finjam não ver os lances menos perceptíveis mas que sem palas todos conseguimos ver. Não! O que está em causa é uma nítida distração e falta de trabalho de casa dos nossos representantes perante aquilo que começa a desenhar-se nos ecrãs da TV à medida que o Benfica vai resistindo: Uma clara tentativa - que também vai tendo eco em alguma imprensa nojenta - de passarem para opinião pública a imagem de um Benfica levado ao colo.

Num programa temos Rui Gomes Da Silva, que ultimamente parece apostado em chegar ao nível desse homem que bufa, transpira e cora quando fala do Benfica, Guilherme Aguiar, na medida em que anda mais preocupado em mandar umas piadinhas provocatórias - especialidade do outro, embora os do seu clube metam na cabeça que provocador é aquele que diz verdades inconvenientes - ao seu vizinho da segunda circular em vez de fazer o seu trabalho de casa sobre o que se passa nos jogos, especialmente nos jogos dos nossos rivais. Rui Gomes Da Silva anda tão distraído com picardias e bazófias que nem consegue fazer algo fácil: desmascarar os seus colegas de painel quando estes, perante milhares de telespectadores, omitem contactos perfeitamente visíveis para quem assiste aos programas.

Noutro temos Júlio Machado Vaz, um cavalheiro que dá prazer ouvir falar, é certo. A sua passividade perante os casos que envolvem o Porto é tal que, para além de contrastar com a conduta do(s) portista(s) naquele programa, a cada semana que passa mais se parece com o que me habituei a ver em ROC, com uma diferença: Vaz, por motivos óbvios, não ataca o Benfica. Mas também pouco o defende, mesmo nas alturas em que a razão está indiscutivelmente do seu (nosso) lado. A continuar assim pouco deve faltar para que em alguns blogs portistas escrevam o que em tempos escreveram sobre ROC - "já merecia um dragão de ouro".

Tudo o que eu menos espero de benfiquistas é que não tenham na ponta da língua os prejuízos/benefícios de todos os jogos dos três grandes, e olhem que havia muito para falar sobre alguns dos nossos rivais este ano que, semana sim, semana sim, têm sido por demais facilitados, embora esses casos vão passando em claro na nossa vergonhosa CS à medida que as atenções vão sendo propositadamente viradas para o Benfica. Permitir que inimigos digam que fomos beneficiados em jogos nos quais temos mais razões de queixa, não posso aceitar. Não se trata de sermos incorrectos, trata-se de defender o SL Benfica, que é para isso que lá estão.

BENFICA SEMPRE!!

6 comentários:

Anónimo disse...

o julio machado ao menos tem uma personalidade forte,e conseguiu deixar o reles á beira de 1 ataque de nervos...notava se perfeitamente o seu desespero,emquanto que o julio simplesmente o arremessava como quem atira moedas pra fonte, mas.eu entendo perfeitamente a tua posiçao, estamos mal..estamos muito mal representados,eu ja nem a voz do seara consigo ouvir,o homem é um autentico pateta, á que olhar para isto,ou se mete alguem forte e feio la ou entao mais vale desistir de apareçer nestas coisas que no fundo sao uma palhaçada em geral.ASS.Daniel rodrigues.Espinho

Anónimo disse...

Concordo plenamente com o que dizes do Vaz, é do tipo "cá estou eu", não defende, nem deixa de defender, atacar, igual. Precisamos de alguem com uma postura mais sólida e enérgica e não cavalheirismo a mais.
Quanto ao RGS não concordo com o teu modo de pensar, é o único que defende o clube. Se provoca, provoca, mas estar a aturar duas bestas que se aliam sempre a favor dos corruptos contra o Benfica, faz com que surjam as piadas e algumas provocações, mas eles também se põem a jeito para as receber.
O mais absurdo e é quando o RGS tem mesmo que falar, é a questão dos lançes iguais nos vários jogos, mas nos do Benfica a opinião é sempre em desfavor do nosso clube. Ele tem que os desmascarar, principalmente aquele Dias Ferreira, o "palatino da verdade".
Quanto ao Seara, para mim esse nem é comentador, nem nada; é questão jurídica para tudo e deixa o Serrão dizer a parvoeira toda que quer.

Miguel

GuachosVermelhos disse...

Francamente amigos, nem sei como é que vocês têm estômago para verem esse tipo de coisa!
Então vocês acham que esses moços que estão lá para supostamente defender o Benfica, seriam convidados se fossem aquilo que vocês querem que eles sejam?
Estão lá porque são aquilo que vocês acham que eles não deviam ser!
Querem um conselho?
Mudem de canal! Eu simplesmente não suporto ouvir aquela bosta.

Manuel Oliveira disse...

Não costumo ver esses programas por isso não tenho opinião. No entanto, sendo como dizes, realmente precisamos de pessoas doutro tipo, não arruaceiros iguais a outros, mas atentos ao que se passa.

Abraço.

Jotas disse...

Toda a razão, parece que os representantes do benfica são escolhidos a dedo.
Então o rui Gomes da Silva, como membro da actula direcção, já deveria ter sido proibido pelo benfica a marcar ali presença, porque vai mal preparado, é constantemente enxovalhado e gozado e isso só vem manchar o nome do clube e da própria direcção.
Depois, como tenho pouca paciência e me enerva imenso ver esse tipo de programas, acabo por mudar o canal.

Observador disse...

Todos os comentadores são fraquinhos.
Alguns são, mesmo, nojentos. O que é pior.
Reles mesmo era o falecido Pôncio Monteiro.
Ordinário e anti-benfiquista primário é o Dr. Eduardo Barroso.
Ruy Gomes da Silva é uma espécie de paozinho ensonso.

Ainda bem que nunca se lembraram de convidar o Miguel Sousa Tavares.

O Rui Moreira portou-se tão mal que foi convidado a sair e anda a destilar fel pela "Bola".

Receita para suportar esta gente: deixar de ver/ouvir.