12/12/2011

Alívio


É impressão minha ou há quem não tem noção da tremenda importância e extrema dificuldade que este jogo representava para o SL Benfica?

Analisando de forma apaixonada: Foi uma grande vitória, num campo difícil, contra uma equipa de qualidade, e sem dois dos nossos mais importantes jogadores, o capitão e o melhor desequilibrador num um-para-um. Analisando de forma mais racional: Três pontos preciosos, num jogo em que o resultado foi melhor do que a exibição, ficando dele a certeza de que temos de melhorar e que há jogadores em sub-rendimento. Analisando de forma parva: Foi uma vergonha, devíamos ter dado show de bola neste Marítimosito macio e permissivo, com a respectiva goleada.

Mas estará tudo bem? Obviamente que não! Porém, passámos um ciclo complicado com bons resultados, ficando agora espaço, fôlego e confiança para evoluirmos! Indo ao menos bom deste jogo: Provavelmente jogámos pior do que para a Taça, mas não tenho dúvidas que fomos mais competentes - nem que seja só pelo resultado -, ainda que aquela segunda parte tenha sido difícil de compreender. Não se percebe como o Benfica, depois da expulsão, com o adversário metido na sua área, consegue passar 35 minutos a trocar a bola no centro do terreno sem aproveitar os corredores laterais, ainda por cima tendo Cardozo em campo. Não compreendo também como Bruno César, jogador que nos últimos quatro jogos tem estado numa forma lamentável, continua a ser titular em detrimento de Nolito. Bruno parece de tal forma nervoso que chega a competir com Emerson para ver quem se atrapalha mais com a bola nos pés. Nem os seus magistrais passes têm saído bem, e dos seus cruzamentos não vale a pena escrever. Se calhar um pouco de banco fazia-lhe bem, digo eu. Rodrigo também tem estado menos bem ultimamente, mas esse hoje tem desculpa, porque se há coisa que salta logo à vista, é que ele nunca será mais nada sem ser avançado-centro. Para quem fala mal de Gaitán e o quer ver pelas costas, que meta os olhos no jogo de ontem. Não esquecer este super-Marítimo, equipa a quem tem de ser dado algum mérito pelo demérito do Benfica.

Individualmente: Aimar, Javi e Garay, sem deslumbrarem, estiveram bem. Jardel fez faltas que levam qualquer adepto à loucura, mas foi muito importante neste jogo. Maxi é um fenómeno até quando joga menos bem - já teve melhores dias, principalmente no plano defensivo. Saviola  não tem estado bem, mas hoje pareceu-me que a sua entrada foi importante. Cardozo, como sempre, esteve no melhor e no pior - o seu golo foi um alívio, pois nem quero imaginar a porrada que o grande Tacuara levaria por ter falhado aquele tento feito.

BENFICA SEMPRE!!

5 comentários:

RSM disse...

Caro Encarnado a minha leitura é a seguinte:

O SL e Benfica com sangue (Jardel), suor (da maior parte da equipa), e lágrimas (dos adeptos, como eu, que se fartaram de ser insultados no Estádio dos Barreiros) conseguiu vencer um CS Marítimo "arrumadinho", mas não mais que isso, e, no final, houve justiça no resultado. Os perdedores, a quem pago 125€ anuais de quota, queixaram-se da arbitragem - digo eu, sem razão - para justificarem a sua derrota, isto vindo de uma equipa que não criou uma oportunidade clara de golo é, no mínimo, ridículo.

O Benfica venceu bem, teve ascendente no jogo e várias oportunidades claras de golo para marcar, recordo-me de duas perdidas na 1ª parte (Aimar e Cardozo) e uma na 2ª parte (Nolito), e eu, meu amigo, sai do Estádio dos Barreiros (com a maior enchente dos últimos anos) muito, mas muito feliz mesmo.

Abraço!

Jotas disse...

Na ante visão deste ciclo iniciado em Braga, eu tinha dito que seria muito importante o Benfica conseguir pelo menos 6 pontos, conseguiu 7, tinha ainda dito que era importante após estes 3 jogos, que a equipa se mantivesse em posição de discutir o título, que mesmo não sendo líder, teria de ficar a uma distância pontual que o deixasse na luta, pois bem a equipa saiu deste ciclo na frente do campeonato, posto isto, o que querem mais os adeptos do Benfica, goleadas?
Meus amigos, eu quero é ganhar, quero é ver que este Benfica, mesmo longe da sua melhor forma consegue vencer e isso sim é de extrema importância e o que mais importa realçar.

GuachosVermelhos disse...

O falhanço, foi do tamanho dos dois que o Ronaldo teve no jogo contra o Barcelona!
Mas atenção; de nada lhe serviria marcar pois o juiz de linha deu fora de jogo!
Ninguem fala nisso para malhar no Cardozo, mas a verdade é que com ou sem falhanço, não valia mesmo!

Observador disse...

E o "fora de jogo" foi mal assinalado.
Independentemente de ser ou não golo.

Berrante De Encarnado disse...

O quê, naquele lance que Cardozo falha foi assinalado fora-de-jogo? Não posso acreditar, nem tinha percebido. Grandes ladrões, não há deslocação nenhuma. Olha se a bola tem entrado...

Cumprimentos benfiquistas a todos