02/12/2011

Perdemos Bem


Notas prévias: Parabéns ao Marítimo pelo triunfo e boa sorte para a próxima eliminatória. Espero que Pablito Aimar consiga fazer o maior número possível de jogos esta época, porque não temos número 10 à altura para o render. Há quem acredite em Gaitán para assumir as mesmas funções. Só há uma maneira de ter a certeza: apostar nele declaradamente a número 10 num jogo sem Aimar.

Perdemos bem e por culpas única e exclusivamente próprias. Embora não ache que quem esteve em campo tivesse jogado assim tão mal, não consigo perceber como num jogo a eliminar, contra uma equipa que ainda não perdeu em casa este ano, tenhamos começado sem Aimar, Javi, Maxi e Artur - este último quanto mais não fosse pelo factor psicológico, e porque sou assumidamente contra a utilização de guarda-redes suplentes nos jogos mais difíceis da TDP. Ontem escrevi que gostava de ver os miúdos menos utilizados contra o Galati. Nos comentários deixei explicito que, apesar do primeiro lugar no nosso grupo da Champions ainda estar em aberto, já estávamos apurados e, a ser feita a rotação no onze, não acreditava que Jesus a fizesse no jogo de hoje pelos motivos que acima escrevi. Enganei-me. Quer-me parecer que houve algum excesso de confiança na abordagem a este Marítimo, espero que tenhamos aprendido com os erros. Erros esses que indirectamente como que foram assumidos por Jesus ao fazer as substituições que fez no final. De futebol jogado não há muito a dizer: Sem ter sido uma exibição péssima, acabou por no geral ser mediana. Aceita-se o resultado. Perdemos, fomos eliminados da Taça De Portugal e quebrámos uma serie de jogos sem derrotas assinalável. Não acabou o mundo, mas aqui o Berrante De Encarnado ficou com aquele género de amuo que carece de uma urgente compensação por parte dos nossos treinadores e jogadores.

BENFICA SEMPRE!!

5 comentários:

Anónimo disse...

dois já foram

Berrante De Encarnado disse...

Falta o terceiro, Hehe

Cumprimentos benfiquistas

benfica até debaixo d'água disse...

Jogar sem aimar, maxi e bruno césar, num jogo que é uma final....é andar a brincar com o fogo. Admiro o Jesus pelo trabalho que tem feito...mas hoje voltou a errar.

Quando não sabemos ser humiles...acontecem-nos coisas destas...

Mais um aparte....tenho curiosidade em saber quais seriam a reacções dos benfiquistas se fosse o cardozo a falhar o que o Rodrigo hoje falhou.

Mais um objectivo perdido.

Berrante De Encarnado disse...

Subscrevo o seu comentário, "benfiquista até debaixo d'água", principalmente no toca a parte do Cardozo.

Cumprimentos benfiquistas

Observador disse...

Tenho sustido a respiração quando se fala de Jorge Jesus.
Tenho-lhe dado o benefício da dúvida e, como temos (tínhamos) esta grata situação de privilégio, a imbatibilidade, tenho-me mantido calado mas ... desconfiado.
E não. Não é por esta derrota que vou desmontar a minha estratégia de dúvida.
Não vi o jogo de ontem. Não posso, portanto, pronunciar-me.
Mas pelo que já ouvi e li, o Benfica não esteve bem e Jesus acompanhou a classificação.
Podemos dizer - e continuo a falar pelo que ouvi e li - que o Marítimo fez uma exibição muito boa. E se assim foi, há que dar os parabéns a turma comandada por Pedro Martins.

Mas o Benfica (JJ)não pode facilitar. E parece que terá facilitado.

Falhar todos falham e falar é fácil.
Mas há gente que pelo que recebe, pelo menos por isso, já que o amor à camisola foi "chão que deu uvas", não pode falhar ... tanto.

Saudações benfiquistas.