19/08/2013

Quem são os jogadores do Benfica para andarem chateados com quem quer que seja?


Jornalistas e bloguers dizem: "os jogadores não estão com o treinador"; "Jorge Jesus está gasto"; "Enzo Pérez anda triste", etc...

Com todo o respeito por essas opiniões, permitam-me as seguintes questões:

Quem são os jogadores do Benfica - e quanto ganham - para andarem chateados com um treinador que, em alguns casos, tirou-os do anonimato e levou-os aos mais altos palcos Europeus?

Quem é Enzo Pérez para andar triste, um jogador que no início da época passada era visto como um falhado na Europa, mas que pelas mãos do seu treinador esteve numa final Europeia e foi elogiado por inúmeros jornalistas e comentadores internacionais?

Quem são estes meninos afinal? E que reais motivos têm para se sentirem chateados nas suas profissões?

Mas andamos a brincar com os adeptos?

Tenham vergonha na cara, respeitem o vosso treinador até ao último dia - que deve estar para breve porque não é possuidor do milagre Coentrão infinitamente -, morram por ele dentro de campo que não é mais do que vossa obrigação, respeitem os adeptos que na sua maioria passam por dificuldades, e façam por merecer os chorudos ordenados que recebem, bem
como a visibilidade e valorização que este clube, com este treinador, vos deu.

PS: o que realmente importava ser falado, é a vergonhosa política de contratações, vendas e empréstimos desta direcção, que há quatro anos deixa o treinador entre a espada e a parede. Note-se: ontem Salvio estava lesionado e teve que ser Enzo a descair para extremo, isto depois de contratarmos vinte extremos por época e de emprestarmos outros tantos.

5 comentários:

Observador disse...

Os jogadores são funcionários, pagos principescamente, e devem respeitar a entidade patronal. Que tem nome: S.L.Benfica.
E como já disse no 'post' anterior, os donos do clube são os associados.

Os trabalhadores de qualquer entidade devem respeito à mesma. Têm direitos sim mas também deveres.
Contra o dever de ter um salário, tem que surgir a obrigação de serem profissionais.

Se andam chateados, só pode ser com eles próprios.
E assim sendo, resta-lhes trabalhar seriamente e não ficarem à espera que terceiros façam o seu trabalho.

Já me manifestei contra Jorge Jesus e contra Luis Filipe Vieira.
Mas eu sou eu. Não devo nada ao clube e até pago.

Os atletas têm que respeitar o treinador que têm e o presidente do clube.
Se estes não prestam, compete aos associados e não aos jogadores, fazer o que têm a fazer.

A política de contratações é discutível. Muito mesmo.
E os associados olham para o lado? Assobiam para o lado e pensam, como o outro, 'no pasa nada'?

Está tudo errado.
Ponham os jogadores a trabalhar. Coloquem uma cláusula a falar de objectivos e outra a dizer que quando não rendem, lhes vão ao bolso.

Urge - ontem já era tarde - acabar com tudo isto.

É muito difícil criar uma estrutura que funcione e que não ande pelos corredores da Luz a passear vaidades?

Começa a não haver pachorra.

Cumprimentos benfiquistas.

Anónimo disse...

Olha que se calhar foram os mesmos jogadores que tiraram um treinador vaidoso, egocentrico e mediocre do anonimato de 20 anos de carreira para verem as suas legitimas aspirações cair por terra devido ás besteiras do catedrático, enquanto isso aida assistem ao mesmo a ficar sempre com os créditos para ele e a nunca assumir culpas nos fracassos!

JJ e Viera na RUA e já vão tarde!

joão carlos disse...

em teoria tens razão mas no caso particular mesmo não sabendo o que se passa nos treinos e a maneira como o treinador trata os jogadores, embora não seja difícil adivinhar pelas amostra que temos tido, é natural que os jogadores estejam fartos de serem tratados abaixo de cão e essas coisas vão-se aguentando enquanto se ganha quando isso deixa de acontecer a saturação acontece rapidamente.
Quanto ao teu PS tens razão temos de discutir a politica de contratações mas o treinador não é isento dela muitas e grande parte delas foram feitas a pedido e com a sua concordância, quanto ao substituto do salvio ele existe é o sujlemani porque é que o treinador não o colocou? a ele tens de perguntar e a ele tens de perguntar porque é que sendo ele um extremo direito o colocou na esquerda e a ele tens de perguntar porque é que mantêm o Ola john a extremo direito quando esta mais que visto que ele produz muito mais na esquerda.

DeVante disse...

Eu pergunto o seguinte:
Quem são estes jornalistas para andarem a especular sobre o estado de espírito dos jogadores? O Enzo por acaso confidenciou alguma coisa com o Carlos Manuel?
Eu também poderia entrar na onda especulativa e a única diferença entre mim e Carlos Manuel é que ele é um avençado da sporcoTV e eu um adepto benfiquista.

Mas prontos, lá está, o Enzo é um gajo que quer ganhar jogos, como Tacuara. Nós gostamos mais de malta tipo Luisão, que faz o seu joguinho e independentemente do resultado, volta à sua vidinha como se nada se passasse.

Depois admirem-se que os corruptos ganhem mais...por acaso já viram como se transformam quando jogam contra nós e, mesmo não sendo contra nós, estão sempre com um "olho" nos nossos jogos? Se fomos beneficiados, se houve erros a nosso favor? Porque sabem que somos o adversário.

Nós não, é tudo muito tranquilo, aconteça o que acontecer, amanhã será sempre um novo dia para os benfiquistas.

Se Enzo jogasse nos corruptos, era ver as capas que ele fazia e a quantidade de adjectivos com que era brindado, sempre a puxar pela sua raça, vontade de vencer e entrega. No Benfica isso é mau sinal...pudera!

Influência Arbitral disse...

Para ganhar é preciso ter condições.
Sabiam que o Benfica nos últimos 5 anos já perdeu 22 pontos diretamente por um último golo sofrido de penalti ou a golo sofrido após ter ficado em inferioridade numérica. Há e tal, os penalti e expulsões fazem parte do jogo,... mas o F. C. Porto não perdeu nem um único ponto diretamente por um ultimo golo sofrido de penalti ou após uma expulsão nos últimos 150 jogos!!!! (5 épocas inteiras, sem nenhuma decisão arbitral desfavorável que provoque diretamente perda de pontos, deve ser record mundial)

Se querem saber quantos penaltis e expulsões o Pedro Proença já marcou a favor ao Porto ou Benfica e a sua influência na alteração da pontuação final, consultem o resumo de arbitragens por clubes nos últimos 5 anos no blog:
http://influenciaarbitral.blogspot.pt

o critério utilizado neste blog para determinar de uma forma objetiva a influência das decisões arbitrais relevantes (penalti ou expulsão) na repartição final dos pontos, classificou-se todos os pontos acrescentados diretamente por um último golo de penalti ou após uma expulsão, como pontos acrescentados com influência arbitral.
Nos últimos 5 anos o Porto já beneficiou de 12 decisões arbitrais favoráveis nos 13 jogos arbitrados pelo Pedro Proença, aproveitando para melhorar o seu desempenho desportivo em 7 pontos acrescentados através de um último golo de penalti ou após uma expulsão do adversário. Pelo contrário nos 11 jogos do Benfica que o Pedro Proença arbitrou nas últimas 5 épocas, em consequência de penaltis e expulsões contra o Benfica acabou por sofrer golos que o obrigaram diminuir o seu rendimento desportivo em (-3) pontos. Aliás com o Pedro Proença, o Benfica só tem 39% de aproveitamento dos pontos em disputa nesses 11 jogos, quando em média nos últimos 150 jogos arbitrados por todos os árbitros teve um aproveitamento de 76,4% dos pontos em disputa.

http://influenciaarbitral.blogspot.pt/search/label/Resumo%20de%20arbitragens%20por%20clube%20%285%20%C3%A9pocas%29