12/11/2012

Sofridíssima


Quero desde já deixar uma palavra ao Rio Ave, que tem de facto uma belíssima
equipa este ano, coisa que só valoriza a vitória do Benfica e facilita este post.

Gostei da primeira parte e penso que o resultado ao intervalo era curto face ás oportunidades flagrantes que tivemos. A segunda parte foi consideravelmente pior da nossa parte, com o Rio Ave a ameaçar empatar por diversas vezes e o Benfica com dificuldades para travar os ataques rápidos do adversário. Custa-me muito perceber como nós levamos tantos contra-ataques no seguimento de cantos e livres indirectos a nosso favor. Quer dizer, já não chegava marcarmos as bolas paradas de forma curta e inconsequente, agora ainda fazemos o favor de oferecer ataques rápidos no seguimento delas. O empate teria que se aceitar, mas ainda assim considero a vitória justa uma vez que podíamos ter acabado com o jogo em várias ocasiões.

Os passes de Ola John têm mel -- está em grande o holandês. Gosto mais de ver André Almeida no meio-campo. Lima resolveu; Cardozo podia ter matado. Jardel está de parabéns pelo que fez enquanto Luisão esteve castigado. Melga deixou passar Ukra uma ou duas vezes, mas subiu de produção com o decorrer do jogo. Enzo preparava-se para mais um jogo sólido; espero que a lesão não seja grave. Nico Gaitán teve um pormenor de excelência. Bruno César... voltou a entrar.

BENFICA SEMPRE!!

3 comentários:

Jotas disse...

Foi um bom jogo de futebol antes de tudo.
Um bom Benfica na 1 parte, competente, decidido em marcar e que fez um belo golo no fim da 1ª parte,mas que já há muito merecia.
Na 2ªparte, foi um Benfica unido, de raça e querer que conquistou uma vitória justíssima, mas dificil, daquelas que fazem campeões.
Criticar como alguns fazem um treinador que perde no fecho e após o fecho do mercado o seu meio campo, sendo obrigador a reeventá-lo, perde o seu líder de campo, Luisão, perde por lesão as alternativas naturais do jogadores transferidos e agora ainda perde a alternativa por ele criada do meio campo Enzo e perante todas estas imensas contrariedades, ainda é tão mal tratatado por uma franja e benfiquistas, parece-me para além de tudo injusto e póprio de quem se julga um expert que nunca foi em materia de futebol.
Ainda bem que nesta fase é JJ o nosso treinador, porque aquilo ue alguns de forma leviana chamam de invenções, eu chamo de enorme capacidade em avaliar as caracteristicas dos seus jogadores e imensa capacidade e criar soluções, simplesmente porque não me centro nalguma arrogância que JJ possa ter, concentro-me no mais importante, a sua enorme capacidade técnica.

Observador disse...

Só vi a primeira parte e, segundo o parecer do caro Berrante, perdi o menos bom.
Do que vi, permitam-me salientar Ola Johnson. O futebol é fácil para o holandês.
Foi pena a saída de Enzo Perez. Uma lesão a que estou atento e que aqui virei dar conta se fôr justificável.

Lima fez o que se lhe pede - golos - e Cardozo (aquele pé esquerdo está quentinho).

Primeiro lugar garantido.
Venha a Taça.

Cumprimentos benfiquistas

Observador disse...

A lesão de Enzo Perez não inspira cuidado.
Estaria em condições de defrontar o Moreirense, para a Taça de Portugal, mas Jesus prefere e bem guardá-lo para a Liga dos Campeões.

Boa notícia.

Cumprimentos benfiquistas.