07/11/2011

A ser verdade... CUIDADO!

Segundo consta foi-nos cortada a água quente dos "nossos" balneários
no final do jogo de ontem. A ser isto verdade, e tudo indica que é, tenho algumas considerações que acho importantes a fazer.

Se a farsa dos três intervalos precisamente nos 45 minutos que têm sido os mais fortes do Benfica já poucas dúvidas deixa sobre qual a sua real intenção, então esta de cortarem a água quente aos nossos jogadores deixa ás claras qual o objectivo: Fazer com que as nossas atenções para o conflito se sobreponham à nossa atenção e união em torno do nosso clube e jogos deste.

Sem esquecer a autocrítica, sejamos pragmáticos: Já fomos aos dois Antros que mais fedem a antibenfiquismo desta palhaçada de competição, em nenhum deles perdemos ao contrário de épocas anteriores, e assim continuamos no primeiro lugar em igualdade pontual com um rival. Nada temos a ganhar em dar-lhes o que eles desesperadamente procuram. Sigamos o conselho que tem vindo da nossa casa - pensemos só em nós.

Mas há aspectos a melhorar. Esta farsa da primeira parte em Braga só aconteceu porque os nossos inimigos, além de saberem os nossos pontos fortes, já se aperceberam das nossas debilidades momentâneas. Jesus, como qualquer treinador dedicado, vai tentando contornar o caso como pode, mas é mais do que evidente que estamos fisicamente numa má fase. As segundas partes são disso exemplo: Tudo sai em esforço, sente-se algum sofrimento que passa para os adeptos, deixamos de pressionar o portador da bola, e até as nossas transições ofensivas vão custando cada vez mais a sair. A rever urgentemente.

BENFICA SEMPRE!!

4 comentários:

Rederx disse...

Bem apontado. De facto confirma-se a cena da água. Há que manter a calma e não dar o que eles procuram.

BR disse...

Exactamente o que eu penso.
Infelizmente, desde ontem depois do jogo, estou farto de ler opiniões de benfiquistas que em nada têm levado isso em conta.

Esquecendo que é apenas mais um ponto para a instabilidade do benfica.

Jotas disse...

Julgo que o Artur disse tudo.

Observador disse...

E o Artur esteve por dentro das hostes bracarenses...

É, contudo, necessário não ir atrás do que eles querem.

Saudações benfiquistas.