04/04/2011

Falhámos, não por falta de vontade


Antes de mais, há que baixar as armas por breves momentos, saber perder com honra e dar os parabéns aos andrades. Não os parabéns por esta época, não por este titulo, mas sim por terem conseguido sair deste jogo com os três pontos. A época ainda não acabou.

Falhámos, mas não nos faltou vontade. Sinceramente, não acho que tenhamos feito de todo um muito mau jogo, pelo contrário, criámos muitas e grandes dificuldades aos andrades, apesar de reconhecer que defensivamente estivemos abaixo do desejável. Os corruptos tiveram claramente a sorte do seu lado nos momentos chave - e foram vários, para nossa infelicidade -, isso fez toda a diferença no resultado. Achei o Glorioso algo nervoso de mais, o que embora nos possa ter sido prejudicial, acaba por ser compreensível, pois a isso não serão alheias todas as injustiças de que a equipa foi vitima nesta Liga. Já os andruptos, entraram com a calma que a vantagem pontual lhes permitia e, depois do golo oferecido, mais motivos para estarem tranquilos tiveram. O Benfica correu atrás. Acho que a nossa equipa fez aquilo que tinha de fazer, jogou nos limites do risco e da agressividade, não era um jogo para meias-medidas. Este grau de adrenalina e intensidade tem duas faces: Pode dar para o descalabro, ou pode catapultar a equipa para um grande jogo. No jogo de hoje ficámos entre essas duas realidades: Fomos incisivos e rápidos em alguns momentos, jogámos bem a espaços no ataque e podíamos ter marcado vários golos, mas por outro lado falhámos de forma infantil na defesa e meio-campo, o que com um pouco mais de calma e cabeça limpa tenho a certeza que dificilmente acontecia. Mas aconteceu e o resultado fez-se com dois penaltis e um frango estranho de Roberto. Acho, sem favores, que o Benfica tudo fez para nos oferecer outro resultado, mas aliado aos nossos contratempos físicos estiveram também os postes dos corruptos e o nosso azar. Num jogo com muitas falhas defensivas e oportunidades claras de golo desperdiçadas, acabámos por perdê-lo e entregar aquilo que há muito estava entregue. Pela vontade, determinação e esforço, merecíamos mais deste jogo.


Os Mais: Coentrão, até come relva. Do meio-campo para a frente, por mais estranho que possa parecer, quase todos estiveram a bom nível, apesar do desperdício. Jara, Gaitán, Saviola e Salvio, tudo tentaram. Uns melhor outros pior, mas todos trabalharam e mereciam algo mais.
Os menos: É injusto ter que mencionar Roberto depois das defesas salvadoras que fez quando a defesa vacilou, mas a verdade é que ofereceu um golo com influência no resultado final. Airton não comprometeu por aí além, mas notou-se a diferença para Maxi. Sidnei é capaz do melhor e do pior, hoje o pior foi mais notório. Cardozo não pode fazer aquilo.

De Futuro: Penso que este jogo não irá deixar marcas que possam afectar o resto da época, até porque a equipa não esteve assim tão mal para se deixar psicologicamente abater, nem perdeu nada que já não estivesse mais do que perdido. Vendo pelo lado positivo, acabámos por dar descanso a Maxi e Martins. Como se costuma dizer, é olhar para  a frente e começar já a trabalhar para o que ainda podemos ganhar.

BENFICA SEMPRE!!

2 comentários:

Observador disse...

Duarte Gomes, o árbitro da partida, cedo condicionou o Benfica ao mostrar,descabidamente, o cartão amarelo a Pablo Aimar.

Este tipo de jogos mereceria um árbitro à inglesa.
Para deixar jogar, para não se tornar a figura principal de um encontro de futebol

Duarte Gomes é assim. Hábil a meio campo e uma "ratazana venenosa" quando entende.

O Benfica não rendeu o que é habitual. É um facto.
Mas o que dizer de uma arbitragem que "amarela" quatro jogadores benfiquistas num curto espaço de tempo?

Nitidamente tendenciosa esta arbitragem.

Estou convencido que este resultado em nada vai influenciar a prestação imediata do Benfica, nomeadamente já na 5ª feira ante o PSV.

Força, rapazes!

Carlos Alberto disse...

Eu já disse em algum sitio que estou #$5%%&/#?

Pois... continuo!


P.S. Hoje no trabalho estou com um produção do caraças... acho que nunca vendi tanto!!! ó qui caral#$& é preciso o Benfica perder para me apetecer trabalhar até mais não?

Não sei se já referi que estou #$5%%&/#?