24/03/2011

Comunicados e comentadores de TV(I)

Para que não restem duvidas

As diferenças entre os comunicados de Benfica e CRAC, são esclarecedoras do que ambas as partes procuram. O comunicado do SLBenfica, pela voz de quem foi barbaramente vitima de agressões terceiro-mundistas, apelou à calma de forma pacifica, ponderada, e teve o cuidado de separar o Norte do país, o Porto cidade e Porto clube dos constantes actos terroristas e milimetricamente planeados de que temos sido alvo (relembro: Só no ano passado foram oito (8) casas do Benfica) vezes sem conta. O comunicado do FCPorto, como se pode ver, é um perfeito hino à ofensa e provocação, é incendiário e mete clube, dirigentes e adeptos no mesmo saco. É grosseiro, é baixo, sem nível e hipócrita. É, acima de tudo, um comunicado que não é digno de um dos grandes clubes de Portugal. Não num momento como este. Para quem conseguir tirar as palas do clubismo cego, isto é facilmente perceptível.

Os comentadores de TV

A hipocrisia chega ao extremo quando se fala em "comentadores nos programas televisivos" (o que pode levar qualquer um a tirar ilações da agressão planeada a Rui Gomes da Silva) que supostamente incitam à violência na TV. Eu pergunto: Será que esta gente tem olhos na cara? Falamos de Fernando Seara, um cavalheiro criticado pelos próprios benfiquistas devido à sua postura pouco agressiva, de António-Pedro Vasconcelos, um cineasta boa gente, amante de futebol e não faz provocações gratuitas, e de Rui Gomes da Silva, que se queixa de arbitragens escandalosas e lembra a verdade do nosso podre futebol que muitos querem calar - querem fazer do benfiquismo aquilo que fizeram ao sportinguismo -, qual mordaça para fazer esquecer o que andaram a fazer. Não querem que nos queixemos de factos.

O que dizer então de Manuel Serrão, um autêntico grosseiro que mais não faz do que enxovalhar, gozar e provocar os adversários em todos os programas que participa? De Guilherme Aguiar, que usa da voz para não deixar o Benfiquista falar livremente sempre que a conversa não lhe cheira, que fica vermelho e a respirar fundo que nem uma víbora sempre que ataca o Benfica, que diz piadas como "o Benfica é só de cinco em cinco anos" e outras que tais? Ou de Miguel Guedes, que parece um bloguer letrado a fazer provocações, que debita constantes piadinhas baratas e desconsiderações para com o nosso clube? Mas mais do que estes, haverá alguém no desporto português que incite mais à violência do que Pinto Da Costa o fez e faz há tanto, mas tanto tempo?

Abram os olhos

BENFICA SEMPRE!! 

4 comentários:

Tiago disse...

totalmente de acordo!

e depois querem que os benfiquistas lhes tenham respeito e que lhes reconheçam mérito pelas vitórias. enquanto não forem dignos e não souberem respeitar os outros nunca terão mérito. o mérito não é só dado pelas vitórias mas como são conquistadas e à custa de violência e compadrios não são vitórias desportivas!

Berrante De Encarnado disse...

O que é mais chocante em tudo isto, é alguém acreditar nestes comunicados e ajudar a proteger/legitimar esta gente que tanto mal tem feito a todos, mesmo a esses que acreditam e protegem, quando está à vista de todos em directo e a cores na TV.

Se alguém o faz, só pode ser explicado por uma qualquer doença a que muitos chamariam de AntiBenfiquismo primário.

BENFICA SEMPRE!!

Cumprimentos

Observador disse...

Já para não referir Rui Moreira e Miguel Sousa Tavares...

Manuel Oliveira disse...

Realmente é preciso ter lata para acusar Rui Gomes da Silva de ser um instigador de violência. Será que é pelo facto de ser dirigente? E então o Bimbo?

Abraço.