15/04/2012

Parabéns a todos (menos ao Sousa)


Parabéns ao nosso Benfica, que apesar de ter cumprido a sua obrigação sem grande nota artística, fê-lo com determinação. Parabéns também ao Gil Vicente, equipa com a qual me habituei a simpatizar este ano, que foi um justo finalista e um digno vencido. Mais uma vez Matic fez um grande jogo a trinco, sempre muito
voluntarioso na forma como se dá fisicamente ao combate, e a mostrar aqui e ali uma qualidade técnica muito boa. Não sei se o sérvio será melhor que Javi Garcia a posicionar-se para as dobras, mas sei que, nesta fase, incomoda muito mais o adversário, além de me parecer que tem um passe mais preciso e tenso que o do espanhol. A progressão que Matic vem mostrando talvez não chegue para pôr
em causa a titularidade de Javi, contudo evidencia que é um jogador com quem devemos contar mais vezes. Pouco mais há a dizer sobre esta final, jogo que
o Benfica ganhou com toda a justiça apesar de uma ou outra adversidade e do maior ou menor brilhantismo com que o fez. Este título não salva épocas, nem
tão pouco deve ser festejado em euforia, mas também não é de se deitar fora e muito menos de desvalorizar.

Sobre a arbitragem de Jorge Sousa, diria que foi mais do mesmo. Dualidade de
critério no contacto físico absolutamente gritante, já para não falar no lance em que Gaitán é pontapeado no joelho, dentro da área adversária, penalidade que estranhamente passou despercebida aos comentadores da SIC pese embora terem visto as repetições. Quem nomeia os árbitros já devia saber que Jorges Sousas e Soares Dias, por mais boa vontade que tenham, simplesmente não
conseguem fazer arbitragens imparciais, tanto nos jogos do Benfica como nos
do seu clube. Aliás, quando são intervenientes nos jogos da sua cor, fazem precisamente o contrário, permitindo todo o contacto físico aos "seus" e não
deixando que os adversários lhes toquem.

Individualmente gostei de Witsel, Matic (começa a convencer), Aimar e Garay. Nota para Capdevila: mais um jogo sem comprometer.

BENFICA SEMPRE!!

5 comentários:

Manuel Oliveira disse...

Concordo plenamente amigo Berrante!
Esta Taça só será importante quando os azuis e os verdes a ganharem.
Também gostei muito da exibição do Matic.

Abraço.

Observador disse...

Uma vitória é uma vitória nem que seja na competição que outros desdenham.

Vitória justíssima da melhor equipa em campo que mesmo sem a tal nota artística, actuou num plano q.b.

O Gil Vicente está bem estruturado, com um treinador que mostra conhecer o futebol. Paulo Alves tem muitos anos disto e aprendeu bem.

Sempre tive curiosidade para assistir à evolução do sérvio Nemanja Matić. E aí está ela, confirmada jogo a jogo.
Com ele e Javi Garcia em forma, temos um meio campo hercúleo.

Grande Pablo Aimar. Futebol ainda é com ele.
Witsel não sabe jogar mal. Uma das melhores aquisições do Benfica.
Gostei da jogada que dá o 1º golo benfiquista e da segurança de Eduardo a fazer-nos esquecer o grande Artur.

Jorge Sousa é o que demonstrou. Um árbitro habilidoso mas sem classe.

Ganhámos, levámos a Taça e estamos prontos para continuar a espreitar a outra competição onde ainda podemos fazer algo de bom.

Saudações benfiquistas

Tiago disse...

concordo plenamente com a 1ª parte :D

mas sinceramente acho que o Jorge Sousa fez uma arbitragem decente. não no sentido de ter feito um bom trabalho porque acho que é impossível devido a sua falta de qualidade. afinal ele foi colocado à força na 1ª categoria pelos amigos. acho que foi decente porque não entrou em campo para beneficiar ou prejudicar alguém. e isso, infelizmente, é de salutar por ser raro. teve erros para os dois lados mas acho que teve um critério uniforme e largo. enganou-se redondamente no lance do Gaitán mas principalmente porque em nenhum caso seria para mostrar amarelo por simulação, como aliás disseram os comentadores. até eu tenho dúvidas se é penalti porque um jogador tem de ir atrás da bola e lutar por ela. o Gaitán a meu ver ficou a proteger-se de um contacto e isso não é futebol, embora compreenda que esteja farto de levar porrada. tal como não foi penalti sobre o Wolskvinkel (mas como se escreve o nome da criança...) e o Lima que desistiram do lance e mandaram-se para o chão, também acho que o Gaitán não sofreu penalti. mas é difícil ver uma arbitragem deste gajo porque vimos tantos roubos descarados que torna-se complicado mudar as primeiras impressões.

acho que também é melhor refilar quando temos razões de sobra para não sermos mais tarde o João da fábula com o lobo ;)

Matic foi enorme e está muito melhor tacticamente e agora quase sempre no sitio certo.

O Witsel foi o jogador que pareceu mais querer conquistar este troféu!

Jotas disse...

Pessoalmente estou muito satisfeito com mais uma conquista do meu clube e acho ridículo da parte de alguns benfiquistas que não valorizem esta conquista como outros fariam se fossem eles a ganhar, obviamente não é motivo para invadir o Marquês de Pombal, mas é motivo de regozijo, daí eu chamar de otários, aqueles energúmenos que depois de uma prova conquistada, ainda se entreteram a ofenderem jogadores e treinadores, sinceramente, atitudes destas, só podem ser obra de uns autênticos palhaços, uns burros sem igual, sem desprimor para o animal.

Observador disse...

Nenhum benfiquista, dos puros, iria gropyr
para o Marquês de Pombal festejar ... o 4º lugar.