15/01/2012

Fim da Aimar-dependência?


Talvez seja cedo para tirar conclusões, mas parece-me que aos poucos a equipa vai conseguindo praticar o futebol que todos gostamos sem ter Pablito Aimar em campo. Estou a gostar muito de ver Witsel pegar, temporizar e distribuir jogo com classe e inteligência. Se continuar a trabalhar para evoluir, tem tudo para ser um 8 ou 10 de classe mundial. Rodrigo tem-me encantado pela forma como se solta para vir buscar bola e pela facilidade com que a transporta em velocidade e força, por vezes sob forte pressão dos adversários. O trabalho que Rodrigo vem fazendo fora da área é verdadeiramente surpreendente para um miúdo da sua idade, ainda assim prefiro vê-lo mais perto das balizas adversárias.


Obviamente que todos nós desejamos o regresso de Aimar o quanto antes, mas as últimas vitórias inequivocamente alcançadas sem El Mago foram o melhor que podia ter acontecido ao nosso Benfica - equipa, técnicos e adeptos - em termos psicológicos. Espero que todos os jogadores do plantel saibam agarrar-se a este bom arranque de 2012 com unhas e dentes, e que com muito trabalho façam dele a nossa bitola para o resto da época.

BENFICA SEMPRE!!

2 comentários:

JV disse...

Aimar e Witsel juntos são o melhor meio campo do futebol português dos últimos vinte anos. Aimar por tudo o que já foi e ainda é , Witsel por tudo o que é e ainda vai ser.
Vou adicionar este extraordinário blog ao benfiquistaemcasa ,ok ?
Abraço
João

Berrante De Encarnado disse...

Ok, caro JV. Farei o mesmo com o seu espaço.

Cumprimentos Benfiquistas