17/12/2011

Para ti, Pai


Hoje tenho que agradecer duplamente ao nosso Benfica. Agradecer-lhe por mim enquanto benfiquista, e pelo meu Paizinho, que até à noite passada nunca tinha entrado no novo estádio. Tantas foram as vezes que ele me levou à antiga catedral quando eu era menino, já estava mais do que na hora de retribuir-lhe esses momentos inesquecíveis que com ele passei. Não que eu não tenha tentado mais cedo, mas sabem como é, o meu Pai tem alguma dificuldade em ver um Benfica que não tenha Eusébio e não esteja a ganhar por 3-0 aos vinte minutos. Ele é desses, não por falta de amor ao clube, mas sim por amor a mais e por ter sido mal(?!) habituado. Lá o convenci desta vez com uma conversa de que estávamos muito bem e iríamos com certeza ganhar, embora fosse disfarçando aqui e ali algum receio de que a coisa pudesse, por azar, correr mal. O Benfica não podia falhar. Não neste jogo! Ainda levei um susto como devem calcular, mas lá fomos para cima deles empurrados por um endiabrado Nolito, jogador que já justificava a titularidade, acabando tudo numa reviravolta categórica. E não é que acabámos mesmo por golear nesta noite tão especial para mim? Goleámos, como nos tempos em que o meu Pai me levava à bola. Foi tudo perfeito, até no facto de termos sido brindados com um Olá de Ricardo Araújo Pereira, grande benfiquista que, sendo famoso, prefere estar no meio do comum adepto. Nem os Deuses deixaram de querer ajudar, uma vez que a chuva parou perto da hora do encontro. Foi tão bonito que hoje nem quero escrever sobre o que de menos bom vi nesta partida. Vitória justíssima do Benfica, que se me permitem dedico ao melhor Pai do mundo, o meu: Esta foi para ti, Pai.

Individualmente: Gostei de Nolito, Javi, Jardel, Witsel e Emerson. Sim, o nosso limitado lateral fez um jogo positivo, esforçado e merece ser apoiado, ainda que não seja capaz de esconder que faz-nos falta outro lateral-esquerdo, de preferência um que tenha condições físicas para competir.

BENFICA SEMPRE!!

7 comentários:

Anónimo disse...

vamos escrever alguma coisinha sobre aquela publicidade nas camisolas, que vem a ser esta merda? foi pra isso que os adeptos andaram a fazer a campanha o verao passado?

mWo disse...

E fez muito bem em levar o seu pai amigo Berrante! Eheh

Abraço

Carlos Alberto disse...

Aposto que por breves instantes o amigo Berrante se sentiu como aquele 'filho ingrato' que levou o pai ao sofrimento. eheheheh

Isto antes de se ter transformado no filho pródigo capaz de proporcionar ao pai momentos deliciosos!

Abraço

Observador disse...

Levar o Pai a ver o Benfica foi, desde logo, uma excelente ideia.
Ele só pode ter ficado satisfeito pela vitória, e logo com goleada.

Magnífica a reacção benfiquista, após o 0-1.
Afinal Saviola ainda está vivo.
Nolito não desapareceu.
Aimar sempre o mago que delicia com o seu futebol.
Javi o patrão implacável.
Witsel pau para toda a obra.

Já não via Jesus rejubilar de uma forma tão efusiva como ontem.

Enzo Perez será a "aquisição" para 2012.

Agora, até para o ano.
Primeiro jogo na Marinha Grande frente à União de Leiria.

Saudações benfiquistas.

GuachosVermelhos disse...

Feliz do pai que tem assim um filho!
Amigo, o Emerson fez um jogo enorme!
Se fosse ele a dar as casas que o Maxi deu a defender, matavam-no...
O Homem esteve perfeito.

Jotas disse...

Adorei o texto pela emoção com que retratas a ida ao estádio com o teu pai e a comparas aos momentos em que era ele que te levava a ver o Benfica.
Espero que os dois tenham tido uma noite fantástica de boas emoções e recordações e certamente vieram os 2 com um sorriso na cara.

Berrante De Encarnado disse...

Boa tarde amigos.

Foi de facto uma bela noite para mim e tenho a certeza que para ele também. Senti-me como se tivesse entre 9 a 11 anos novamente, e ao ler este post que ontem escrevi, ri, pois ele é uma evidência desse estado de espírito do qual já sentia saudades. Melhor do que recordar bons tempos, só mesmo voltar a vivê-los.

Caro Anónimo:

Para lhe ser franco, nem reparei muito nesse aspecto ontem, mas concordo consigo no que diz respeito a certas cores no nosso manto sagrado.

Amigo mWo:

Nem mais, foi a melhor coisa que eu podia ter feito. Tenho, aliás, pena de o ter feito mais cedo.

Amigo Carlos:

Acredite que quando sobremos o golo tal sentimento (ou parecido, vá) apoderou-se de mim, mas felizmente tudo foi ao seu devido lugar e, já ao intervalo, a felicidade imperava entre nós.

Amigo Observador:

Ficou deliciado, posso garantir-lhe. Nada podia ser melhor do que o levar à Luz para ver o seu Benfica golear. Perfeito. Saviola ontem voltou a mostrar classe, mas em alguns momentos notou-se que ainda está longe da forma de 09/10. Era excelente que a recuperasse.

Amigo Guachos:

Feliz, também, do filho que tem um Pai daqueles. Emerson fez um jogo muito positivo. Muito, mesmo. Maxi esteve longe do que pode e sabe fazer, principalmente no plano defensivo. Esperemos que a renovação o traga de volta ao seu melhor nível.

Amigo Jotas:

Pode crer que foi mesmo isso que senti em muitos momentos. Parece que saí de lá rejuvenescido, e com certeza ele sentiu o mesmo.

Cumprimentos benfiquistas a todos