10/10/2011

E ainda dizem...

... Que o "jornal" desportivo A Burla é do Benfica.

É o único dos três que não faz referência na sua capa à conquista do Basquete benfiquista, ontem, no troféu António Pratas.

Já tinha poucas dúvidas, mas depois daquele episódio lamentável com ZDQ, RAP e MST, em que o director daquele antro tudo fez para correr com os honestos afim de proteger o mentiroso compulsivo, episódio esse que ficará para sempre marcado na história do jornalismo desportivo em Portugal, não restaram dúvidas algumas.

Como é possível aquilo continuar a ser tão lido? Não faço ideia, mas desconfio que anda para ai muito benfiquista que, ou é burro, ou cego, ou masoquista, ou na melhor das hipóteses esteve desatento.

Mais uma vez alerto para que não se deixem enganar pelas capas vermelhas que só servem para chupar-vos os euros.

BENFICA SEMPRE!!

5 comentários:

Berrante De Encarnado disse...

PS: Mas sou só eu a reparar que aquilo foi tomado de assalto por antibenfiquistas da pior espécie que existe neste país?

Pelo amor de Deus benfiquistas, vejam quem escreve naquele antro. Deixem de comprar.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Cancelei a minha assinatura, do dito jornal, logo a seguir ao caso "ZDQ, RAP e MST".

Passa a ser um jornal encarnado por fora e azul por dentro...

Até aqui tinhamos o jornal "melancia", agora temos esta fruta exótica com paladar tropical...digo eu.

P. Coelho

Atlas disse...

Quando tal aconteceu mandei um e-mail ao director dizendo que a minha assinatura não seria renovada quando caducasse e não foi e não será enquanto insistirem em publicar tanta coisa tendenciosa.
Quanto á suspeita sobre os benfiquistas que continuam a patrocionar esta gente (se são burros, cegos ou masoquistas) quanto a mim são os 3 juntos.

Anónimo disse...

De mim esses já não mamam. Compro o jornal do Benfica, vejo os bons blogs do Benfica como este e isso basta-me.

Miguel

Observador disse...

Mas alguém leva a sério esses pasquins, mesmo os travestidos de jornais?

Não compro jornais desportivos.
E só não deixo de os ler porque gosto de saber o que os os colunistas obsoletos e mal intencionados escrevinham.