22/08/2011

Ramires não fez "este" Javi


Tenho uma opinião muito pessoal sobre Javi e já aqui a expressei. O Espanhol é dos poucos que conseguem fazer-me mudar de ideias sobre o seu valor, consoante os jogos que faz e/ou as tarefas que o Mister lhe atribui. Volto a dizer: Acho que Javi, conforme está a jogar, torna-se cada vez mais um jogador banal, isto tendo em conta que é do SL Benfica e de um nr. 6, o chamado trinco, que estamos a falar. Arrisco mesmo a dizer que, a continuar assim, não vejo nenhum clube europeu que precise de um trinco de raiz, interessado em pagar por ele os 7 Milhões de euros que pagámos. Não quero vê-lo vendido, é só para compararmos o que Javi valia para nós em 2009, e o que ele vale hoje, no nosso futebol.

Todos reconhecem valor a Javi, eu não fujo à regra. Acho que Javi, sem a obrigação de ser o que as suas características físicas nunca o vão deixar ser, pode valer muito mais e gerar cobiça nas suas qualidades, como aliás gerou no tempo de Ramires. Javi é de facto um jogador inteligente, nota-se que tem cabeça, sabe o que faz e, acima de tudo, sabe interiorizar o que tem de fazer em campo sem que nada o impeça de concentrar-se nas suas tarefas. Além disso, tem bons pés para o género de jogador que é, e quando liberto/aliviado de certas e exclusivas tarefas, as suas qualidades técnicas sobressaem. Mas pouco importa o que Javi pode valer, importa sim o que vale no presente para o nosso Benfica. O actual Javi, neste sistema e forma de jogar, não é nem de perto nem de longe o Javi dos tempos de Ramires, altura em que fomos campeões. Javi precisa de alguém ( urgente ) ao seu lado que não apenas o Pablito Aimar. Se não há Ramires, terá que ser quem cá está, e penso que ninguém tem dúvidas de que Witsel é o indicado.

O pensamento que assusta: Se com Witsel, apesar de bem mais equilibrado, poderá não ser o mesmo que com Ramires, então como será sem nenhum deles? O resultado está à vista: Javi, como um 6 pronto-socorro que Jesus quer fazer dele, é insuficiente para um Sport Lisboa e Benfica, logo, está a desvalorizar.

Jesus... Vê lá isso.

BENFICA SEMPRE!!

3 comentários:

Manuel Oliveira disse...

Tens razão, amigo Berrante!
Javi é um grande jogador e importantíssimo para o Benfica, mas passa a banal por se ver constemente ultrapassado por jogadores, esses sim banais.

Abraço.

Observador disse...

Uma questão de táctica e de teimosia.

Há no plantel um Witsel que reforça o meio campo e devolve a "alegria" de jogar a Javi.
Além de permitir que Javi não se "destrua" tanto fisicamente.

Jorge Jesus tem sido teimoso mas vai caminhando para o lado certo.

Berrante De Encarnado disse...

Obrigado pelos grandes comentários, meus caros Manuel e Observador. Sempre a considerar.

Cumprimentos benfiquistas