22/07/2011

Injustiça


Há coisas que não consigo perceber.

Daniel Wass é bem melhor do que aquilo que por vezes a sua forma escondida de estar no jogo aparenta. Wass é, de longe, melhor do que o miúdo André Almeida. Já aqui escrevi e repito: Vi alguns jogos seus nos Sub-21 da Dinamarca pela TV, tive o trabalho de baixar outros da Internet para observá-lo melhor (Como faço, sempre que posso, com quase todos os que são dados como confirmados no Benfica) e não há comparação possível. Quem o viu jogar como eu, tenho a certeza que sabe disto. O mais certo é que Daniel Wass seja cedido sem oportunidades suficientes de mostrar o seu real valor, o que olhando ao tempo que tem sido dado a André Almeida e ás suas prestações, leva-me a concluir que estamos perante uma tremenda injustiça.

Não sei se o Benfica tem alguém na manga para substituir Maxi, mas custa-me a perceber como este jovem internacional dinamarquês, regularmente chamado aos Sub-21 e, inclusive, chamado à selecção A do seu país, chegando mesmo a entrar em campo em jogos oficiais pela mesma, não tenha capacidade para ser o substituto do nosso uruguaio. Estava convencido de que Jesus iria transformar Wass numa máquina.

BENFICA SEMPRE!!

7 comentários:

karlos disse...

Temos que ser humildes e aprender com quem sabe !..
trabalhar ,trabalhar e facil o tempo esse e que não tem relogio.

Carlos Alberto disse...

Aposto que vem alguém... e o miudo vai rodar.

Eu gostei do que vi dele!

Abraço

Berrante De Encarnado disse...

Gostaste de qual, amigo Carlos? Do miúdo dinamarquês ou do português?

O miúdo André tem qualquer coisa, mas também tem um longo caminho pela frente até ser jogador para o Benfica.

Carlos, aproveito para dizer o que já tinha dito sobre os blogues do Guachos, Manuel, Viriato, MasterGroove, etc: Não tenho passado em determinados blogues, pelo simples facto de que fico automaticamente sem Internet devido a uma incompatibilidade parva que tenho com a Barra da Gloriosasfera. Tive que desinstalar a minha e tudo, caso contrário nem ao meu blogue podia vir sem que a Internet fosse abaixo.

Tenho saudades e vontade em lá ir, mas depois é extremamente chato ter que reiniciar modems e afins. As primeiras vezes ainda fui, fazia esse sacrifício só pelo prazer de ler os posts, mas chegou a um ponto que, naturalmente, fiquei saturado de estar sempre a perder a Internet.

P.S. Se alguém souber como corrijo esta incompatibilidade, que deixe umas dicas. Percebo pouco disto e não sei como resolver, nem tão pouco de que incompatibilidade se trata.

Cumprimentos

Tiago disse...

Não há tempo para esperar e o facto de contar como formado no estrangeiro prejudica a sua integração.

Espero que rode em Portugal para poder ser uma alternativa séria.

Anónimo disse...

wass...embora

foi-se embora

Jotas disse...

Caro berrante, não acho que seja injustiça alguma.
Não coloco se quer a qualidade de Wass em causa, tem-na com certeza, mas com Maxi e se Ruben Amorin recuperar a forma, ele teria poucas hipóteses de jogar e perante este cenário, julgo preferível o atleta evoluir, jogando com regularidade, logo num campeonato competitivo como o francês.

Anselmo Damásio disse...

Pesou o facto do André ser português de certeza absoluta. Nunca mais acaba esta mania de comprar jogadores para logo de imediato serem emprestados e alguns acabam por só vestir a camisola no dia da apresentação. Algo tem de ser feito para acabar com este entreposto de jogadores que só beneficia os empresários, porque quem sai sempre prejudicado é o Benfica e os atletas.

SAUDAÇÕES GLORIOSAS