22/04/2011

Xistra e jogadores do Benfica


Na noite do jogo não me quis refugiar no árbitro. Primeiro porque achei que mais importante era reflectir sobre algumas coisas que parecem ir mal dentro de nossa casa - só essas é que podemos rapidamente resolver-, e segundo porque ainda não tinha visto certos lances ao detalhe.

É verdade que na segunda parte fomos empurrados pelo Xistra quando os andrades aumentaram os níveis de agressividade. É verdade que, em condições normais, teríamos mais duas ou três faltas a nosso favor, menos umas quantas contra, mais um amarelo ou dois para eles e até um golo a menos na nossa baliza, o que apesar dos 10 minutos de descalabro nos podia ter levado à final. É sempre assim. Mesmo disfarçando, acabam sempre por beneficiar os corruptos em nosso desfavor. É tão sistemático que já nem o consigo sobrepor aos nossos problemas.

Mas, os jogadores do Benfica não podem tremer das pernas contra os andrades como o fizeram, ainda por cima com dois golos de vantagem. Quem conhece os jogadores dentro do campo e está atento ao estado anímico dos mesmos, percebeu que os nossos estavam todos borrados. Notou-se em vários sectores. A bola queimava, as pernas tremiam, havia receio de jogar e as atrapalhações foram consequência disso. Mesmo na primeira parte, quando deu a sensação de que estávamos a controlar o jogo (para mim aquilo não é controlar, é FUGIR dele), foi visível a tremideira em muitos deles. Não sei se a culpa é exclusivamente dos jogadores, eventualmente alguém lhes pode ter incutido um sentimento nestes confrontos que lhes tivesse feito acreditar menos no seu próprio potencial. Mas o que sei, é que vi uma equipa do Benfica num "ai ai meu Deus quando será o primeiro golo deles", ou num "vamos lá ver se não sofremos dois", em vez de ter visto o que todos os benfiquistas esperavam - A garra, o querer e o grito de revolta por tudo o que nos fizeram nesta época. Para enfrentarmos as nossas convicções, precisamos que os jogadores nos ajudem a ter motivos. Não foi o que se viu.

Quero reforçar que jogar com coragem e vontade, não é entrar em loucuras, por favor poupem-nos de exageros. São coisas completamente diferentes. Faltou-nos coragem e uma coisa muito importante que parece andar arredada da cabeça dos nossos jogadores - Alegria. Alguém que lhes levante a moral e os faça lembrarem-se de que eles jogam muito.

BENFICA SEMPRE!!


5 comentários:

Tiago disse...

os árbitros bem os têm lembrado!

quando são expulsos por sofrerem faltas!

quando levam amarelos por constatarem os roubos!

quando sofrem entradas assassinas e nem faltas são marcadas!

quando estão em jogo mas não podem jogar que é levantada a bandeirola!

não é fácil haver alegria quando não há justiça!

Berrante De Encarnado disse...

De acordo caro Tiago,

Também ajuda. O que fazer contra isso? Só se começarmos a dar tiros na cabeça desses ladrões.

Como apesar de termos vontade para isso não o podemos fazer, só se pode levantar a cabeça e jogar com alma.

Caramba, nós até já os tínhamos ilibado de culpas pela perda do campeonato.

BENFICA SEMPRE!!

Cumprimentos

Tiago disse...

de uma coisa eu tenho a certeza. não é a esquecer o papel das arbitragens nos desfechos finais que se consegue alguma coisa.

os do sistema bem tentam limpar a porcaria e adulterar a realidade. que maior evidência desta tentativa senão as criticas do Porto deste ano às arbitragens, por exemplo, do jogo deles contra o Guimarães inventado um penalti e criticando a arbitragem do último jogo em que o maior erro foi o fora de jogo e de facto o campo estava inclinado enquanto o árbitro foi quase isento... na 1ª parte. há muitos que parece que se tornam cordeiros e seguem as palavras do papa. mas são os que não se conseguem libertar da campanha de guerra publicitária bem ao género do que o Hitler fez.

temos que lhes dar luta dentro e fora do campo. mas não nós podemos iludir porque jogar contra 14 não é desporto e não se pode pedir mais que eles lutem.

ad.eternum SLB disse...

http://adeternumslb1904.blogspot.com/2011/04/day-after.html

Saudações Benfiquistas

Berrante De Encarnado disse...

Tens muita razão no que escreves Tiago

Daí este meu post a falar no belo serviço que o Xistra fez na segunda parte. De facto esquecer as vergonhosas arbitragens em nada ajuda a nossa causa.

Mas que os jogadores têm que mostrar mais força física e mental do que a que mostraram, isso têm.

BENFICA SEMPRE!!

Cumprimentos