24/09/2013

Comentário elevado a post


Por Observador:


"Não concordo com a atitude de Jorge Jesus tal como não gostei da atitude dos
Stewarts e dos Spotters. Acções desproporcionadas, como se estivéssemos na presença de uma invasão de campo, de um incêndio provocado por pirómanos, ou de uma arruaça que acaba com o arremesso de bolas de golfe. Não será bem assim porque, aquando dessas situações, os heróis das forças policiais quase meteram a viola no saco."


Revejo-me nestas palavras. Embora todos nós, ou pelo menos a maioria, tenhamos noção de que Jesus errou, não faz com que a diferença de tratamento da PSP para com adeptos de clubes distintos nos deixe de revoltar. Foi esse sentimento de revolta que fez com que nos sentíssemos ao lado de Jesus naquele momento.

PS: aproveito para voltar a recomendar o excelente blogue deste nosso companheiro, e em particular o seu último post sobre este caso.

6 comentários:

Anónimo disse...

Crime de resistência ou coacção sobre funcionário p. e p. no artº 347º C.P.

1 - Quem empregar violência, incluindo ameaça grave ou ofensa à integridade física, contra funcionário ou membro das Forças Armadas, militarizadas ou de segurança, para se opor a que ele pratique ato relativo ao exercício das suas funções, ou para o constranger a que pratique ato relativo ao exercício das suas funções, mas contrário aos seus deveres, é punido com pena de prisão de um a cinco anos.
José

Anónimo disse...

Ó ZEZITOOOOO!!!!! CHUPA-MOS!!!!!

Berrante De Encarnado disse...

José,

Só faltou escrever que alguns dos agentes em questão praticaram actos que ultrapassam o exercício das suas funções, e em larga escala.

rui disse...

Querem ouvir uma coisa engraçada?

O video do jesus no youtube,tem mais visualizações do que videos do porto campeão.

http://www.youtube.com/watch?v=lUjAF4AesAs&lc=zCcW7WbK1WTiOyzRJZXz4GgHzdJy0NFbAI4A4EDLFHc

Salas de Imprensa disse...

Bom dia,
Bom dia
A entrevista de Vieira pode ser encontrada aqui https://www.facebook.com/salasdeimprensa
www.salasdeimprensa.pt
Abraço

Observador disse...

Caro José
Entre outras coisas, pormenores talvez, em que documento disciplinar da PSP se insere a proibição dos agentes terem tatuagens à mostra?

Isto não defende nem justifica qualquer outra situação mas, na verdade, a segurança, quer a nível dos 'stewards' quer dos 'spotters' deixou muito a desejar, com excepção, diga-se em abono da justiça, do 'spotter' que acompanhou Jorge Jesus, solicitando - foi o termo - que o mesmo se afastasse do local.

Cumprimentos benfiquistas.